Terapias Inovadoras na Medicina Veterinária: Homeopatia

Novos métodos vêm surgindo na medicina veterinária, complementando ou substituindo os tratamentos convencionais, promovendo um equilíbrio orgânico por meio de uma visão holística do paciente. Diferente da alopatia, que é o tratamento convencional baseado na lei dos contrários, com a eliminação dos sintomas e dos agentes etiológicos das doenças, a homeopatia segue a lei dos semelhantes, ou seja, são utilizados medicamentos que induzem sintomas semelhantes aos causados pela doença. Essa terapêutica estimula o próprio organismo a combater a doença, fazendo isso de forma abrangente, e não apenas pontual, agindo no indivíduo como um todo.

A homeopatia vem sendo utilizada como uma excelente forma de tratamento em diversas doenças, como alergias, otites, problemas de coluna e articulações, epilepsia, casos gastroentéricos, infecciosos e neoplasias. Além disso, ela é indicada para problemas comportamentais, como agressividade e ansiedade. Nas situações em que a enfermidade não tem cura, a homeopatia proporciona uma melhor qualidade de vida ao paciente. Um aspecto importante da homeopatia é também o seu caráter profilático: estudos mostram que animais tratados homeopaticamente adquirem maior resistência e adoecem menos.


Fonte: https://www.vetmetodo.com.br/homeopatia-para-caes-e-gatos/.

O uso da homeopatia no controle dos animais de produção infestados por parasitas também é uma ação efetiva e eficaz. Há medicamentos indicados nos casos de infestações por carrapatos, bernes, moscas e vermes gastrointestinais, além de outros que proporcionam melhor rendimento reprodutivo e, consequentemente, ganho de peso.

A prática homeopática é considerada uma alternativa aos medicamentos alopáticos, devido ao seu menor custo e sua fácil administração, uma vez que o medicamento pode ser fornecido na água, ração ou sal mineral, de forma que os animais não são submetidos à contenção e traumas, como pela aplicação de injeções. Outro ponto importantíssimo é a diminuição na quantidade de efeitos colaterais e reações adversas.

No campo, a especialidade já está integrada aos processos de qualidade de diferentes tipos de produção, sendo destaque na Bovinocultura, Suinocultura, Piscicultura e até mesmo Apicultura. A partir dessas práticas pode-se identificar benefício direto à saúde humana. “A Homeopatia usada em animais de produção representa um grande ganho à humanidade, que consumirá alimentos e produtos de origem animal com menor índice de resíduos químicos”, elucida o médico veterinário Fábio Manhoso, presidente da comissão de Homeopatia Veterinária do CRMV-SP.



Fonte: https://www.revistarural.com.br/2020/04/04/embrapa-recomenda-homeopatia-em-re banho-leiteiro/.


O medicamento homeopático garante proteção ambiental, pois não há liberação de resíduos no ambiente. A prática confere também segurança alimentar, sendo a carne e o leite isentos da contaminação por produtos químicos, e segurança ao trabalhador rural e ao animal, que não ficam sujeitos à intoxicação. Além de ser uma medicina ecologicamente correta, por não gerar produtos tóxicos orgânicos e inorgânicos ao meio ambiente, ainda existe a vantagem econômica, pois o medicamento homeopático tem custos bem inferiores quando comparados aos medicamentos alopáticos.

A homeopatia tem como um dos seus princípios, o método de tratamento baseado na lei dos semelhantes, e ainda hoje é conhecida como uma medicina alternativa e enfrenta muita discriminação no meio científico. Ela vem adquirindo espaço na medicina veterinária devido aos excelentes resultados e benefícios obtidos para animais de estimação e produção. Além de ser comprovada, por meio de alguns experimentos práticos a sua eficácia em tratamento de doenças, ela tem outras vantagens, como custo baixo, fácil administração, sendo fornecido na água, ração e sal mineral, não causando efeitos colaterais, além da não liberação de resíduos nos produtos ofertados para o consumo como também nas pastagens e no solo, não ocasionando riscos à saúde humana e ao ambiente.




Referências:


LOPES, D.F. Terapias complementares usadas na Medicina Veterinária. PUBVET, Londrina, V. 4, N. 16, Ed. 121, Art. 818, 2010.


COSTA, N.C.; ARAUJO, R.L.; FREITAS, G.B.L. Homeopatia: um campo terapêutico fundamental no cuidado veterinário de animais de produção. Revista Salus, Guarapuava, v. 3, n. 2, 2009.


Informativo 73 (2019, Fevereiro). Terapias inovadoras surgem como complemento aos tratamentos convencionais e ganham espaço na Medicina Veterinária. Conselho Regional de Medicina Veterinária. Recuperação de:

Posts Recentes