Importância do Índice Zootécnico na Produção Animal


Na produção animal algumas técnicas e ferramentas auxiliam na gestão da produção e na melhoria de performance. Os Índices Zootécnicos são dados produtivos, quantitativos e qualitativos, que refletem em números o desempenho da sua produção. São taxas que, estabelecidas pela literatura, conseguem conduzir o comportamento do produtor independentemente de qual é o modelo de negócio da propriedade. Desse modo, esse recurso fornece conhecimento do seu rebanho além de que, através do acompanhamento constante, é possível traçar e identificar quais são os reflexos de certas decisões tomadas e como refletem na produtividade.

Com o levantamento de índices zootécnicos é possível ter um controle muito melhor da situação, conseguindo ajustar um melhor ponto de equilíbrio da relação benefício/custo, de modo a apurar os principais pontos críticos dentro de um sistema de produção e tomar as ações corretivas.

Ademais, existem várias metodologias de mensuração de indicadores zootécnicos, por isso o interessante é seguir sempre a mesmo método para adquirir confiabilidade nos dados e a partir disso tomar decisões, e também os IZ que devem ser medidos variam de acordo com o tipo de negócio.


Fonte: EducaPoint


Um dos principais índices zootécnicos a serem utilizados é o Índice de Fertilidade, que é a relação do número de fêmeas em cobertura que ficaram prenhes em determinado período de exposição reprodutiva. Para evitar prejuízo, esse índice deve ser igual ou maior que 80%.


Índice de Fertilidade = nº de fêmeas prenhas x 100 / nº fêmeas em cobertura.


Outros seriam:

O Índice de Fecundidade ou Natalidade é a forma de medir o resultado das fêmeas que foram submetidas à cobertura ou inseminadas, por ventura emprenham e quantas levaram a gestação a termo.


Índice de natalidade = nº de bezerros nascidos x 100 / nº fêmeas em cobertura


O índice Índice de Mortalidade Geral mostra a porcentagem de animais que morreram em relação ao número de animais da fazenda em um determinado período. Vale ressaltar que tal índice pode ser dividido por faixa etária, por sexo ou ir variando de acordo com a análise desejada pelo pecuarista.

Esse índice é muito importante, pois, pode ajudar a identificar problemas sanitários, através de exames realizados por médicos veterinários, que muitas vezes passam despercebidos pelo produtor.


Índice de Mortalidade Geral = nº de animais mortos x 100 / nº inicial de animais


O Índice de Mortalidade Intra-uterina representa o índice de perdas de animais que foram abortados, reabsorvidos ou natimortos. Esse índice também é muito importante, pois identifica problemas sanitários, através de exames realizados por médicos veterinários (neospora, brucelose, vibriose, campilobacteriose entre outras).


Índice mortalidade intra-uterina = nº de fêmeas prenhas – nº de vacas que pariram x 100 / nº fêmeas prenhas


A Taxa de Desmame (%) representa o total de animais desmamados em relação às vacas expostas em reprodução dentro de um determinado ano agropecuário.


Taxa de desmame = nº de bezerros desmamados x 100 / nº de fêmeas em cobertura


O Intervalos Entre Partos (IEP) é um importante parâmetro para analisarmos a reprodução, principalmente se você trabalhar com produção de bezerros ou exploração leiteira. Aqui você deve ter em mente que o mais importante é analisar individualmente para identificar as matizes do seu rebanho que não estão produzindo da forma esperada.


IEP = nº de animais abatidos (vendidos) x 100 / nº total do rebanho


Esse índice reflete o dado global da atividade de reprodução e cria, pois está diretamente relacionado a todos os índices anteriores, qualquer alteração dos índices anteriores influenciará a % de desmame e, consequentemente, a rentabilidade da propriedade.


Ademais, outros índices importantes para serem medidos na propriedade, são:


Idade de Abate está diretamente relacionada ao ganho de peso dos animais, afinal a intenção é levar ao abate, quanto maior o ganho de peso menor o tempo de abate.

Sendo assim, se maximizar o ganho de peso diário dos animais, diminui a idade de abate e aumenta o número de animais a serem comercializados em um determinado período.


O Rendimento de Carcaça é a relação entre o peso do animal a ser abatido (vivo) e o peso da carcaça expresso em porcentagem.

O peso da carcaça é dado pela porção muscular, dos ossos e da gordura. O mais importante aqui é tentar alcançar a maior porcentagem de gordura possível.


Rendimento de Carcaça = peso do animal vivo x 100 / peso da carcaça


Esses são alguns dos Índice Zootécnicos que são usados na produção animal para potencializar a produtividade. Essa ferramenta pode ser utilizada tanto na atividade de bovinos leiteiros, tanto em bovinos de corte, como em reprodução, seja em bovinos, caprinos, ovinos ou equideocultura, basta personalizar para a propriedade em questão.


Na sua propriedade há aplicação de uma Planilha de Índice Zootécnico? Tem Interesse de aumentar a produtividade da sua propriedade?


Entre em contato com a EMVEP Jr.


REFÊRENCIAS:

PRODAP

PROCREARE


Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Av. Duque de Caxias Norte, 225 - Pirassununga - SP
Universidade de São Paulo - Campus Fernando Costa

E-mail: emvepjr@emvepjr.com

Telefone: (19) 3565-4003 | (19) 98268-2768

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
Patrocinador
Parceira