Exames de Imagem e sua Importância para o Diagnóstico

O Diagnóstico por Imagem é a ciência que estuda os órgãos e estruturas internas dos animais através da produção de imagens por equipamentos específicos. Esta área se encontra em franca expansão e evolução na Medicina Veterinária, contando com equipamentos cada vez mais sofisticados que possibilitam maior precisão e rapidez no diagnóstico de doenças na clínica de pequenos animais, grandes animais e animais silvestres.

Tratam-se de métodos que possibilitam ou contribuem para o diagnóstico de diversas doenças e também são constantemente utilizados em casos de traumas, cirurgias complexas, nódulos, gestação e enfermidades internas de difícil avaliação. Dessa forma, os exames de imagem auxiliam, assim, os clínicos e cirurgiões quanto ao diagnóstico definitivo, ao prognóstico e à definição da melhor terapia.

Os exames de imagem mais comuns na rotina clínica são radiografia, ultrassonografia, eletrocardiograma, ecocardiograma, endoscopia e colonoscopia, holter, pressão arterial, tomografia computadorizada e ressonância magnética.

A radiografia oferece uma imagem panorâmica que permite maior precisão na detecção de diversas patologias. A ultrassonografia é utilizada no monitoramento da função reprodutiva e diagnóstico de afecções por meio da análise das mudanças anatômicas e topográficas dos órgãos. O eletrocardiograma demonstra a atividade elétrica do coração, sendo capaz de detectar diversas patologias do coração. O ecocardiograma permite obter informações sobre função das câmaras cardíacas, espessura das paredes, avaliação de toda anatomia valvar e padrão de fluxo, pelos modos doppler. A endoscopia é utilizada para obter imagens diagnósticas, remover corpos estranhos e realizar cirurgias laparoscópicas e das articulações. O holter é o exame indicado para monitoramento das arritmias cardíacas. A mensuração da pressão arterial média é essencial para acompanhamento de doenças renais, endócrinas, cardíacas congênitas e adquiridas. A tomografia, diferente da radiologia convencional, que faz uma imagem panorâmica da parte do corpo, adquire as imagens em “fatias”. Essas “fatias” permitem posteriores reconstruções em diversos planos. A ressonância magnética consiste em uma ferramenta de imagem avançada que utiliza campos magnéticos e pulsos de radiofrequência que interagem com o paciente para formar imagens em alta definição.


Fonte: https://www.vetquality.com.br/radiologia-veterinaria/

O objetivo deste texto é mostrar também aos Médicos Veterinários alguns motivos da importância de investir no diagnóstico por imagem. São eles: oferecer um diagnóstico mais preciso, ou seja, o exame de imagem auxilia na visualização das estruturas internas, assim fica mais fácil e rápido identificar o problema; um melhor custo-benefício, dominar as técnicas e possuir os equipamentos pode aumentar significativamente o número de atendimentos, além de elevar o faturamento; segurança para a saúde do animal, com o diagnóstico exato, as chances de erro em relação à sua condição ou ao tratamento mais adequado são muito reduzidas; e o mercado em expansão, o Brasil já conta com mais de 60 milhões de pets, incluindo gatos e cães, o que faz movimentar mais de 30 bilhões de reais ao ano.

São cada vez mais os tutores que investem na qualidade de vida e no bem-estar dos animais. E para atender a essa demanda, profissionais precisam oferecer o que há de mais moderno e eficaz para o tratamento desses pacientes.


Referências:


Way Vet, Exames de Imagem. Disponível em:<https://wayvet.com.br/exames-de-imagem/>. Acesso em 15 jan 2021.


Scielo, Casuística dos exames de diagnóstico por imagem na medicina de animais selvagens - 2009 a 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0102-09352013000400042> . Acesso em 15 jan 2021.

Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square