Como a limpeza de sua casa pode afetar a saúde do seu animal de estimação

Na atual situação em que nos encontramos, com a pandemia de Covid-19 provocada pelo novo coronavírus, á limpeza de nossas casas acabou se tornando um ponto chave para prevenção da doença. Além disso, a higienização de objetos, embalagens e superfícies passou a ser muito mais rigorosa e frequente. No entanto, é muito importante sempre se lembrar de nossos animais de estimação, levando em conta que muitos produtos de limpeza domésticos podem causar prejuízo a saúde deles.

https://promasterepi.com.br/arquivos/5156

De acordo com o CRMVSP, neste período de quarentena, alguns centros de saúde animal observaram crescimento no número de atendimentos de casos relacionados à intoxicação por produtos de limpeza domésticos.

Isso ocorre devido a algumas substâncias presentes nesses produtos serem tóxicas para animais, como amônia, cloro, ácidos bóricos, etc. Sendo assim, deve-se sempre olhar os rótulos desses produtos e fugir dos que contenham esse tipo de substâncias. Além disso, já há no mercado produtos desenvolvidos justamente para não serem tóxicos para os animais, sendo eles aqueles que contem o selo de ecologicamente corretos.

https://br.pinterest.com/pin/529806343643993492/

Para prevenir esse tipo de situação é preciso utilizar as diluições indicadas pelos fabricantes nos rótulos dos produtos. Alguns médicos veterinários indicam o uso de água sanitária por ser um excelente desinfetante e não ser tóxica, e também a utilização de álcool 70% por ter rápida evaporação e ser eficiente contra o novo coronavírus.

Embora essas sejam as principais recomendações, vale ressaltar que deixar os animais em outro ambiente na hora da limpeza também é importante para prevenir a intoxicação, e sempre esperar a secagem do ambiente antes de liberar a entrada deles, uma vez que os animais podem pisar no produto e ingeri-lo ao lamber as patas. Além disso, é muito importante guardar esses produtos em local fechado e longe do alcance dos pets e quando deixar algo de molho em produtos de limpeza sempre cobrir os baldes e bacias e deixá-los em locais de difícil acesso.

https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/saude/2017-08-23/cachorro-lambendo-a-pata.html

Seguindo essas recomendações pode-se evitar a intoxicação, no entanto sempre haverá riscos para a saúde dos nossos pets, por isso também é importante saber reconhecer os sintomas que seu animal de estimação pode apresentar caso isso ocorra. Os mais comuns são irritações dermatológicas, como vermelhidão e coceira, sinais gastrointestinais, como vômitos e diarréias, sinais respiratórios, como dificuldade em respirar e alterações comportamentais, como lambedura em excesso. Alguns sinais de intoxicação mais grave podem ser salivação em excesso, alterações de pupila, apatia e até mesmo distúrbios neurológicos como tremores, desorientação e até mesmo convulsões.

Caso o seu animal de estimação apresente algum desses sintomas, a primeira coisa a se fazer é identificar qual o produto com o qual ele teve contato, podendo ter sido ingerido, inalado ou absorvido. Em seguida, se possível, faça a leitura do rótulo do produto para identificar quais substâncias tóxicas podem ter causado a intoxicação. Após a realização desses procedimentos leve o seu animal ao veterinário o mais rápido possível.

Saber bem os sintomas e quais substâncias fazem parte da composição do produto irá auxiliar no diagnóstico e até mesmo no tratamento de seu animal pelo veterinário.



Posts Recentes
Arquivo
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Av. Duque de Caxias Norte, 225 - Pirassununga - SP
Universidade de São Paulo - Campus Fernando Costa

E-mail: emvepjr@emvepjr.com

Telefone: (19) 3565-4003 | (19) 98268-2768

  • Instagram
  • Facebook
  • YouTube
Patrocinador
Parceira